A polícia montou uma verdadeira operação de guerra, com 122 homens das polícias civil e militar, com armamentos pesados e atiradores de elite no alto dos prédios vizinhos ao Residencial London, para garantir a segurança no local onde ocorre, hoje, a reconstituição da morte da menina Isabella Nardoni. O Grupo de Operações Especiais (GOE) destacou 70 homens, sendo que 11 deles vigiam a entrada do edifício, armados com pistolas e metralhadoras.

De cima de pelo menos dois prédios vizinhos ao local, policiais do GOE fortemente armados observam a movimentação.

Na cobertura do Residencial London, há ao menos cinco policiais. Outros 20 Policiais Civis da 4ª Seccional Norte fazem o trabalho de apoio. A Polícia Militar conta com 32 homens que controlam os dois acessos à rua Santa Leocádia, onde fica o edifício. Nas imediações desta rua, pelos menos dois fiscais da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ajudam nos trabalhos. A rua Santa Leocádia está liberada apenas para trânsito local dos moradores. Os nomes das pessoas e as placas dos carros são checados em uma lista feita pela polícia na sexta-feira.

Há poucos curiosos no local e as manifestações dos populares são tranqüilas, até mesmo porque o pai e a madrasta da menina Isabella, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, indiciados por homicídio, não compareceram à reconstituição do crime.

Boneca

Por volta das 11 horas, a equipe de dez peritos do Instituto de Criminalística concentrou os trabalhos no apartamento 62 do edifício London, de onde Isabella foi jogada no dia 29 de março. Eles filmaram e fotografaram a janela de onde a menina caiu. A perícia está usando uma boneca especial para representar Isabella. Os peritos já instalaram uma tela no quarto de onde a menina foi jogada, retirada do quarto ao lado, para simular o corte feito no dia do crime. Os peritos também retiraram a tela da sacada da sala.

Por volta das 10h50, o promotor de Justiça que acompanha o caso, Francisco Cembranelli, apareceu na janela de onde a menina foi atirada. Ele permanece no local, acompanhando os trabalhos. Em meio aos trabalhos da reconstituição, iniciados às 9h30 deste domingo ensolarado, um arco-íris apareceu no céu da cidade, em frente ao Residencial London, por cerca de 15 minutos, chamando a atenção dos que estão no local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.