O casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina Isabella Nardoni, de 5 anos, que morreu após ser arremessada do 6º andar de um prédio na zona norte de São Paulo, já chegou ao 9º Distrito Policial (DP), no Carandiru, na capital paulista, para prestar novos depoimentos à polícia. Eles chegaram em uma viatura da polícia e desceram do veículo sob forte esquema de segurança.

O casal, que é suspeito de envolvimento na morte da menina, teve a prisão temporária decretada na noite de 2 de abril, três dias após o assassinato de Isabella. No dia seguinte, Alexandre e Anna Carolina se apresentaram espontaneamente à polícia e em 11 de abril, o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Caio Eduardo Canguçu de Almeida, concedeu o habeas-corpus em caráter liminar para o casal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.