Isabella: defesa pedirá habeas se prisão for decretada

Marco Polo Levorin, um dos três advogados de defesa do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina Isabella Nardoni, disse hoje que não acredita que a Justiça vá decretar a prisão preventiva do casal, conforme pedido encaminhado hoje pela polícia junto ao inquérito relativo ao caso. É preciso que haja vários requisitos técnicos.

Agência Estado |

Não acreditamos na decretação da prisão preventiva", afirmou, em encontro com jornalistas. Contudo, caso a prisão de Alexandre e Anna Jatobá seja decretada, a defesa adiantou que entrará com novo pedido de habeas-corpus. "Se a prisão for decretada, entraremos com novo pedido", ressaltou.

O pedido de prisão preventiva foi encaminhado à Justiça pela polícia junto ao inquérito que reúne os resultados das investigações do caso e será analisado pelo promotor Francisco Cembranelli. O casal é suspeito de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, uso de meio cruel e impossibilidade de defesa). Isabella foi agredida e jogada do sexto andar do Residencial London, na zona norte de São Paulo, no dia 29 de março.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG