tranqüila - Brasil - iG" /

Isabella: Conselho Tutelar encontra família tranqüila

As representantes do Conselho Tutelar da Criança e Adolescente de Guarulhos, na Grande São Paulo, que visitaram hoje o consultor jurídico Alexandre Nardoni, a mulher dele Anna Carolina Jatobá e os dois filhos do casal, C., de 1 ano, e P.

Agência Estado |

, de 3, encontraram uma família "tranqüila", relatou uma das duas conselheiras, Nilza Alves Ege. "A família e as crianças estavam tranqüilas, sem problemas emocionais aparentes", disse. "Os meninos estão em boas condições."

Elas visitaram os filhos de Alexandre Nardoni e Anna Carolina a pedido do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) para checar se havia algum descumprimento dos direitos das crianças. Os meninos são irmãos da garota Isabella Nardoni, morta no dia 29. A polícia indiciou o pai e a madrasta de Isabella por homicídio e sustenta que o crime foi praticado na presença dos irmãos.

A partir das observações feitas durante a visita, as conselheiras elaboraram um relatório, que será encaminhado ao Condepe, à Promotoria da Infância e Juventude e à Vara da Criança e Juventude da cidade. A partir daí, cada órgão abrirá um procedimento administrativo para acompanhar a situação dos menores. O Conselho Tutelar da Criança e Adolescente deve fazer visitas periódicas a eles, a cada 15 ou 30 dias.

Durante a visita, que levou cerca de duas horas, estavam no apartamento Alexandre Nardoni, Anna Carolina, os dois filhos, os pais dela, um tio e uma tia dos meninos. As conselheiras conversaram com todos e, depois, apenas com os pais. Um dos advogados do casal, Rogério Neres de Sousa, que acompanhou a visita junto com o defensor Ricardo Martins, afirmou acreditar que as representantes do Conselho Tutelar perceberam o "afeto entre pais e filhos" e levaram uma "ótima impressão" da família.

Notícias

Sousa disse que as crianças não vêem as notícias sobre a morte da irmã nem percebem a movimentação de populares e da imprensa em frente ao prédio em que a família está hospedada, no apartamento dos Jatobá. "Eles não têm contato nenhum com o que está acontecendo", disse. "Passam o dia brincando e só assistem à televisão para ver desenho animado."

Segundo ele, Alexandre Nardoni e Anna Carolina estão confiantes de que não serão presos. A decisão da Promotoria de Justiça Criminal da Capital sobre a prisão preventiva pedida pela polícia sairá amanhã. O promotor que acompanha o caso, Francisco Cembranelli, sinalizou que endossará a opinião dos policiais. Será necessário, então, um parecer do juiz Maurício Fossen, do 2º Tribunal do Júri, do Fórum de Santana, no Carandiru, zona norte da capital paulista.

"Acreditamos que o juiz não decidirá pela prisão", declarou Sousa. "Não há argumentos técnicos para tal." Ele julgou que o anúncio feito hoje por Cembranelli, de que denunciará o casal à Justiça, "não é surpresa alguma". "Ele já tinha deixado isso claro em muitas outras ocasiões." Segundo Sousa, Alexandre Nardoni e Anna Carolina continuam "sofrendo bastante" com a situação, "abalados pela perda de Isabella".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG