Isabella: avô insiste que na hipótese de 3ª pessoa

A avó de Isabella e mãe de Alexandre Nardoni, Maria Aparecida Alves Nardoni, chegou para depor na 9ª Delegacia de Polícia, no bairro Carandiru, na zona norte de São Paulo acompanhada do marido, o advogado Antônio Nardoni. Em entrevista, o advogado criticou as investigações sobre a morte da neta de 5 anos, ocorrida dia 29 de março.

Agência Estado |

"A polícia deveria abrir outros canais de investigação. A possibilidade de haver uma terceira pessoa (no apartamento) fica cada vez mais clara no processo", disse Antônio Nardoni.

O advogado afirmou ainda que Ana Oliveira, mãe de Isabela, talvez tenha "exagerado" em seu depoimento porque falou em um momento ruim, quando estava muito sensibilizada. "Talvez ela tenha exagerado. O depoimento é incoerente com o que ela tem dito à mídia."

Nardoni confirmou ter telefonado para sua filha, Cristiane Nardoni, no dia da tragédia, mas chamou de mentirosos os depoimentos de funcionários do restaurante, segundo os quais ela teria dito que o irmão "fez uma besteira". A irmã de Alexandre e uma amiga que estava com ela têm reiterado que ela não disse isso nem se referiu ao irmão. Amanhã o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta de Isabella, deve depor novamente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG