Antonio Faraci, irmão de Geraldo Faraci, dono da pousada Sankay, em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, esteve neste sábado no Instituto Médico Legal, do Rio, para reconhecer o corpo da sobrinha, Yumi Faraci. Ela estava em um bangalô no momento do deslizamento do barranco e morreu.

Em conversa com o iG, Antonio Faraci confirmou que nenhum quarto de hóspedes da Sankay foi atingido pelo deslizamento.

Segundo ele, no momento do acidente, estava ocorrendo uma festa em um bangalô anexo à pousada com dez pessoas. O local foi atingido. Yumi e um casal de amigos não conseguiram escapar. As outras sete pessoas saíram a tempo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.