Irmão do dono da Sankay diz que bangalô foi atingido por deslizamento

Antonio Faraci, irmão de Geraldo Faraci, dono da pousada Sankay, em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, esteve neste sábado no Instituto Médico Legal, do Rio, para reconhecer o corpo da sobrinha, Yumi Faraci. Ela estava em um bangalô no momento do deslizamento do barranco e morreu.

Valmir Moratelli, iG Rio |

Em conversa com o iG, Antonio Faraci confirmou que nenhum quarto de hóspedes da Sankay foi atingido pelo deslizamento.

Segundo ele, no momento do acidente, estava ocorrendo uma festa em um bangalô anexo à pousada com dez pessoas. O local foi atingido. Yumi e um casal de amigos não conseguiram escapar. As outras sete pessoas saíram a tempo.

    Leia tudo sobre: chuvasrio de janeirosankaitragédia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG