Irmã diz que Michael Jackson foi assassinado

Uma das irmãs Michael Jackson, La Toya Jackson, afirmou que o rei do pop foi assassinado em uma conspiração, em entrevistas a dois tabloides britânicos.

AFP |

A irmã do astro comentou a morte do irmão em entrevistas ao The Mail on Sunday e ao News of the World.

"Eu acredito que Michael foi assassinado, eu senti isto desde o início", afirmou a irmã de 53 anos.

"Não tinha apenas uma pessoas envolvida, foi uma conspiração de pessoas. Ele estava cercado por um círculo ruim. Michael era muito calmo, quieto, uma pessoa amorosa. As pessoas se aproveitavam dele".

"Menos de um mês atrás, eu disse que pensava que Michael iria morrer antes dos shows de Londres porque ele estava cercado por pessoas que não estavam interessadas no que era melhor para ele", completou.

La Toya disse ainda que a segundo autópsia no irmão, privada, foi uma ideia dela.

rjm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG