O site de relacionamentos Facebook, proibido no sábado pelas autoridades iranianas aos internautas locais, voltou a ser autorizado, anunciou a agência de notícias ILNA, ligada aos reformistas.

Segundo a ILNA, a decisão de vetar o acesso ao Facebook foi tomada por um comitê composto por representantes dos ministérios do Interior e da Inteligência, além de representantes do Judiciário e do Parlamento.

sgh/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.