O Irã ameaçou os meios de comunicação britânicos com mais medidas severas, caso prossigam com a interferência nos assuntos internos iranianos, destacou o ministério da Cultura, citado pela agência Mehr, após o anúncio da expulsão do correspondente da BBC em Teerã.

"Se as distintas redes de rádio e de televisão britânicas continuarem interferindo nos assuntos internos de nosso país, com a emissão de informações falsas ou incorretas sobre o Irã ou ignorando a ética jornalística, serão anunciadas mais medidas severas", declarou o ministro da Cultura e Orientação Islâmica, Mohamad Hosein Safar Harandi.

Poucos minutos antes, o regime iraniano anunciou que o correspondente da BBC no Irã seria expulso do país em 24 horas, uma informação que foi confirmada pela emissora de rádio e televisão pública britânica.

bur-pcl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.