IPI pede a libertação de jornalistas e internautas detidos

O Instituto Internacional da Imprensa (IPI) pediu nesta quarta-feira às autoridades iranianas o fim da detenção de jornalistas e internautas e a libertação dos que estão presos atualmente, em seguida às manifestações que seguiram à eleição presidencial.

AFP |

"O Instituto Internacional da Imprensa pede que o governo iraniano pare de imediato e definitivamente de prender repórteres e fotógrafos cidadõs e a levantar todas as restrições à sua liberdade de movimento e de registrar os fatos", declarou o diretor do IPI David Dadge, em carta dirigida ao embaixador do Irã em Viena, Ebrahim Sheibani.

As autoridades iranianas expulsaram vários jornalistas, entre eles o correspondente da BBC, e proibiram a emissão do canal de televisão Al-Arabiya, acusando a mídia de apoiar as manifestações.

"O povo iraniano e o mundo têm direito à informação", escreveu Dadge na carta, destacando o uso crescente no Irã da internet e dos sites de relacionamento, como meio de enviar informações ao exterior e de comunicar-se.

ssw/plh/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG