Trinta menores da Unidade de Internação Socioeducativa (Unis) em Cariacica, no Espírito Santo, rebelaram-se e tomaram 31 pessoas reféns, sendo que 16 já foram liberadas, informou a Polícia Militar (PM). O movimento dentro da unidade começou na tarde de terça-feira durante apresentação de uma banda de idosos que participavam de uma confraternização do Dia Nacional da Consciência Negra.

Os internos reivindicam visitas íntimas e exigem a liberação de alimentos trazidos por familiares dentro dos chamados "malotes". Entre os reféns estão agentes educativos, professores, pedagogos e músicos da banda de congo Amores da Lua, composta na sua totalidade por idosos. Logo no começo do motim um dos agentes educativos levou uma pancada na cabeça e foi liberado. Medicado, ele passa bem.

A água e luz foram cortados da unidade, mas, com a liberação gradual dos reféns, o religamento foi feito. Alguns colchões foram incendiados pelos adolescentes. As negociações haviam sido suspensas, mas foram retomadas no começo da manhã de hoje. A Unidade de Internação Socioeducativa (Unis) atende adolescentes de ambos os sexos, na faixa etária de 12 a 18 anos e, em casos expressos em lei, até 21 anos.

Leia mais sobre: rebelião 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.