Internos libertam reféns e acaba rebelião em unidade do Espírito Santo

VITÓRIA -A rebelião na Unidade de Internação Socioeducativa (Unis) em Cariacica, no Espírito Santo, que abriga menores infratores, acabou por volta das 9h40 desta quarta-feira com a liberação dos 16 reféns.

Lecticia Maggi, iG São Paulo |

De acordo com informações da assessoria do Instituto Socioeducativo do Estado, os reféns foram soltos sem ferimentos e já receberam atendimento médico. Apenas um dos reféns, um agente da unidade, foi agredido pelos internos com uma pancada na cabeça na tarde de terça-feira. Ele foi liberado ontem, atendido no hospital e passa bem.

Os internados renderam 31 pessoas, mas liberaram 16 ainda ontem, segundo a Polícia Militar. Além de agentes, estavam entre os reféns professores, pedagogos e músicos da banda de congo Amores da Lua, composta por idosos. O grupo foi se apresentar na unidade na tarde de terça-feira durante uma confraternização do Dia Nacional da Consciência Negra.

Água e luz chegaram a ser cortadas unidade, mas, com a liberação gradual dos reféns, o religamento foi feito. Alguns colchões também foram incendiados durante o motim.

Reinvindicações

A unidade abriga adolescentes de ambos os sexos, na faixa etária de 12 a 18 anos e, em casos expressos em lei, até 21 anos. Contudo, conforme o Instituto Socioeducativo, a rebelião foi organizada por cerca de trinta jovens entre 17 e 19 anos.

Eles pediam visitas íntimas e exigiam a liberação de alimentos trazidos por familiares dentro dos chamados "malotes". Segundo o órgão, nunca foi permitida a visita íntima no local, mas a unidade ainda não informou se alguma dessas reivindicações foi atendida após a rebelião.

*Com informações da Agência Estado

Leia mais sobre: rebelião 

    Leia tudo sobre: espírito santorebelião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG