Internautas usam bigode em campanha contra Sarney

Marca registrada do protagonista da crise instalada há meses no Senado, o farto bigode do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), ganhou as páginas jornalísticas da Inglaterra. Intitulado ¿The great Brazilian moustache revolution¿ (algo como ¿a grande revolução brasileira do bigode¿), um artigo veiculado no último dia 23 no jornal britânico The Guardian trata da ¿greve do bigode¿ que, lançada no Brasil por internautas antenados com as questões do país, manifesta o descontamento de eleitores com o comportamento dos políticos.

Congresso em Foco |

Eles (os bigodes) já foram símbolos de poder e sofisticação. De Hulk Hogan [astro da luta livre e ator norte-americano] a Adolf Hitler, Albert Einstein e Edward Elgar [compositor britânico], o bigode estava em todo lugar, diz a introdução do artigo, que estampa a foto de uma brasileira com um bigode preto obviamente falso. Pelas regras, só mulheres e crianças podem participar do manifesto virtual com bigodes falsos, segundo o blog responsável pelo movimento do bigode.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congressosarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG