Internauta ajuda a prender jovem acusado de pedofilia

Indignada com a ação de um suposto pedófilo durante conversa na internet, uma mulher de 30 anos pediu auxílio à polícia e ajudou a prender, anteontem, o motorista de executivos Wagner Barbosa de Oliveira, de 26 anos. O rapaz é acusado de oferecer uma boneca Barbie e R$ 500 para manter relação com a mulher e a filha dela, de 8 anos.

Agência Estado |

As duas moram em Francisco Morato, na Grande São Paulo.

O convite foi feito há cerca de três meses, quando a mãe da criança, uma funcionária pública, participava de conversa online. A mulher conheceu Oliveira e acreditou que ele estava interessado nela. No dia seguinte, também online, o rapaz, que é de Santa Catarina, perguntou para a mulher o que ela achava de manter relações sexuais com crianças. Em seguida, enviou várias fotos de meninas sendo abusadas sexualmente. O rosto delas estava com a imagem distorcida.

"Ela nos procurou imediatamente e passamos a monitorar os passos de Oliveira", disse Marilda de Jesus Reis Romani, titular da Delegacia da Mulher de Francisco Morato. A mulher foi orientada a manter contato todos os dias com o acusado até que ele decidiu vir para São Paulo encontrar mãe e filha.

A delegada havia pedido o endereço IP, pelo qual é possível saber de onde o usuário acessa a rede. "Prendemos o rapaz quando ele desembarcou no Aeroporto de Congonhas ", disse Marilda. Segundo a policial, Oliveira alegou que iria participar de um evento em um hotel no Morumbi, na zona sul, e aproveitaria para se encontrar com a funcionária pública.

Segundo a delegada, o acusado negou que tivesse mantido relações com crianças, mas admitiu que gosta de ver fotos pornográficas com meninas. Oliveira está preso temporariamente por 30 dias. Na casa dele, a polícia recolheu computadores e fotos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG