Internada, Roseana Sarney vira alvo de pedido de cassação

Partidos de oposição à governadora licenciada do Maranhão, Roseana Sarney, que está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após cirurgia para correção de um aneurisma cerebral, recorreram nesta quinta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles pedem a cassação do mandato da peemedebista e de seu vice, João Alberto, também do PMDB.

Agência Estado |

Formada por PSDB, PSB e PT, a oposição alega que Roseana trocou de legenda após a eleição estadual de 2006, deixando o então PFL (atual DEM) e aderindo ao PMDB após a derrota nas eleições para Jackson Lago (PDT), cassado por abuso de poder político.

Os partidos alegam que a governadora teria incorrido em infidelidade partidária, uma vez que assumiu o governo com votos obtidos quando então fazia parte de outra legenda. Roseana ficou em segundo lugar no pleito de 2006, mas foi empossada no cargo em abril deste ano após a cassação de Lago. O vice João Alberto está no comando do Maranhão, já que Roseana foi submetida a uma cirurgia nesta quinta-feira. Em abril, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) já rejeitou um pedido de cassação do mandato de Roseana.

Segundo informações do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde está internada a governadora licenciada do Maranhão, ela deve ser transferida da UTI para um quarto ainda hoje. De acordo com boletim médico, Roseana está "consciente e seu quadro de saúde é considerado ótimo". Porém, ainda não há previsão de alta.

Leia mais sobre: Roseana Sarney

    Leia tudo sobre: roseana sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG