Internação de idosos por queda cresce 12% em São Paulo

Nas calçadas desniveladas, nos intervalos rápidos dos semáforos para a travessia de pedestres, nas escadas em frente aos prédios públicos ou dentro de casa. Todos esses locais facilitam a ocorrência de um dos principais perigos para os idosos: as quedas.

Agência Estado |

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, nos últimos dois anos cresceu em 12% o número de internações em hospitais públicos de São Paulo, motivadas por esse tipo de acidente na terceira idade. Os 8.386 registros em 2005 saltaram para 9.400 em 2007.

Os números atuais indicam que, a cada hora, uma pessoa com mais de 60 anos acaba hospitalizada por causa de uma fratura no fêmur (osso da perna mais afetado nas quedas). E as novas pesquisas sobre o tema indicam que, diferentemente do passado, as residências deixaram de ser as únicas 'vilãs' para os mais velhos, dando o lugar também para os ambientes externos.

"Antes, os idosos ficavam só dentro de casa, não tinham vida social e, por isso, os acidentes eram em maioria caseiros. Mas nós incentivamos a terceira idade a passear, fazer exercícios. Infelizmente, a infra-estrutura urbana da cidade não acompanhou esse processo", lamenta o professor titular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Wilson Jacob Filho.

A pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco, divulgada no início do ano, confirma as declarações de Jacob Filho. O estudo foi feito com 80 idosas independentes, que freqüentavam grupos da terceira idade e já haviam sofrido quedas na velhice. "Identificamos que 69,4% caíram na rua, contrariando a idéia de que esse acidente é só doméstico. A maioria caiu com o dia claro e 41,8% alegaram que o motivo foram as calçadas e ruas com buraco", afirma Etiene Fittipaldi, geriatra e autora da pesquisa. As mulheres, de fato, são as principais vítimas da queda. Nos hospitais de São Paulo, elas representam 67% das internações. As informações são do Jornal da Tarde .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG