Integrantes de rede de pedofilia são condenados em SP

Acusado de ser um dos principais integrantes da rede de pedofilia em Catanduva (SP), o borracheiro José Barra Nova de Mello, o Zé da Pipa, de 47 anos, foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão. Seu sobrinho, William de Mello de Souza, 20, recebeu pena de 12 anos.

Agência Estado |

Eles foram condenados pela juíza Sueli Juarez Alonso, titular da Vara da Infância e Juventude do Fórum de Catanduva. Assinada no dia 28 de dezembro, a sentença foi divulgada hoje pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça.

A juíza acusa Zé da Pipa de ter molestado quatro crianças e ter abusado de outros três menores junto com o sobrinho, entre 2008 e 2009. A dupla, que está presa, e outros suspeitos, alguns de famílias influentes, são acusados de abusar de mais de 50 crianças em Catanduva, que ficou conhecida como "cidade dos pedófilos".

"A conduta dos réus é de todo reprovável. Os crimes cometidos são graves. Não há como acolher a tese da defesa, a prova é robusta", afirmou a juíza.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG