Palma de Mallorca (Espanha), 12 out (EFE).- O integrante do grupo irlandês Boyzone Stephen Gately, cujo cadáver foi encontrado no sábado, aparentemente não morreu por causas violentas, mas a verdadeira causa só será conhecida amanhã, com a autópsia.

O cadáver do cantor foi encontrado ontem pelo marido em uma localidade turística da localidade de Port d'Andratx, na ilha espanhola de Mallorca, onde estavam de férias.

O delegado do Governo nas ilhas Baleares, Ramon Socías, disse hoje que Gately não morreu por causas violentas, mas só se saberá o verdadeiro motivo quanto ocorrer a autópsia.

Afirmou que ainda não se começou a tramitar a repatriação do cadáver, medida que só será iniciada quando chegarem os parentes de Gately.

Todos os trâmites acontecerão em colaboração com o consulado britânico nas ilhas, disse Socías.

Os outros quatro membros do grupo irlandês, que chegaram ontem à noite a Mallorca em um jato particular, passaram a noite em Port d'Andratx acompanhando o marido de Gately em seu apartamento.

Os integrantes do grupo manifestaram suas condolências à família e amigos através do site oficial da nova turnê do Boyzone, que há alguns meses voltou aos palcos com um disco de grandes sucessos. EFE edg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.