Inspire-se nos filmes do Oscar para escolher seu próximo destino Por Equipe AE São Paulo, 04 (AE) - No tradicional mercado ao ar livre da Rua Mouffetard, a protagonista escolhe pescados, encantada tanto com o frescor dos produtos quanto com o charme dos telhados e paralelepípedos da via estreita. Corta.

Algumas cenas adiante, o jantar de aniversário de outra personagem, na cobertura do prédio, tem como cenário, ao fundo, a Ponte do Brooklyn.

Indicado ao Oscar de melhor atriz (para Meryl Streep), o longa "Julie & Julia" poderia concorrer também em uma imaginária categoria para escolher as locações mais interessantes da temporada. Closes de Paris, onde mora a personagem Julia Child, cozinheira interpretada por Streep, e de Nova York, lar da blogueira Julie Powell, vivida por Amy Adams, tornam ainda mais deliciosas as cenas recheadas de lagostas termidor e boeufs bourguignon.

Se existisse, esta seria uma disputa acirrada. Entre os indicados ao Globo de Ouro, em janeiro, e ao Oscar, no próximo domingo (07), desfilam endereços capazes de provocar a curiosidade de qualquer viajante. Na lista, a Catedral de Saint Paul, em Londres, que brilha em "Sherlock Holmes"; a cachoeira Salto Angel, de 979 metros de altura na Venezuela, estrela de "Up - Altas Aventuras"; e Las Vegas, que surge em "Se Beber, Não Case". Além da sequência de aeroportos, a começar pelo de Dallas, em "Amor Sem Escalas".

Dê uma olhada nos indicados ao lado e inspire-se no cinema para escolher o seu próximo destino.

"Julie & Julia"
A Ponte do Brooklyn, em Nova York, é cenário deste filme sobre comida, que concorre ao Oscar de melhor atriz (para Meryl Streep). Na cidade onde vive Julie Powell, não perca o Centro de Arte Contemporânea, no Queens (Jackson Avenue, 22-25). Já em Paris, lar de Julia Child, surgem atrações nos bairros de St. Michel e St. Germain des Près: a livraria Shakespeare & Company (shakespeareandcompany.com), cafés na Praça Maubert e empórios na Île Saint Louis. A cozinha da Julia Child real está no Museu de História Americana do Instituto Smithsonian, em Washington (si.edu).

"Amor sem Escalas"
Eis um viajante que considera o mundo a sua casa. Ryan Bingham, vivido por George Clooney em "Amor Sem Escalas", se orgulha de ter viajado 322 dias no último ano. O longa concorre a cinco categorias no Oscar, inclusive à de melhor filme, e é um ótimo serviço para viajantes. Bingham tem como objetivo de vida acumular milhas e dá dicas de como usar cartões de fidelidade, fazer as malas, pegar a menor fila de embarque... A história começa no Aeroporto de Dallas, um dos maiores dos Estados Unidos, que tem mais de cem lojas de livros, revistas, roupas, perfumes e eletrônicos, além de 120 opções gastronômicas. Mais: dfwairport.com.

"Up - Altas Aventuras"
Voando sem sair de casa, o simpático Carl Fredricksenn conquista o destino dos seus sonhos: o Monte Roraima. De helicóptero, você também pode ir voando até o topo do cenário da animação "Up - Altas Aventuras", que levou dois Globos de Ouro e concorre a cinco Oscars. O passeio custa US$ 1.900 para cinco pessoas (com a Roraima Adventures; www.roraima-brasil.com.br) e sai de Santa Elena de Uiarén, na Venezuela. Na cena mais marcante do filme, Fredricksenn avista Salto Angel, a maior queda d’água do mundo, que cai de uma altura de 979 metros. Para chegar lá é preciso percorrer um trecho de barco pelo Rio Churum e depois encarar um trekking.

"Se Beber, Não Case"
Não poderia haver melhor cenário para a despedida de solteiro de "Se Beber, Não Case" que Las Vegas. O grupo de amigos passa pelas atrações clássicas: baladas no topo de prédios, brinde com champanhe na limusine e tour pela avenida Strip, onde fica boa parte dos hotéis-cassino. Não faltaram nem o casamento de última hora na capela kitsch, além de apostas no Belaggio, Caesars Palace, The Mirage... O longa levou o Globo de Ouro de melhor comédia ou musical. Mais: visitlasvegas.com.

"Sherlock Holmes"
Sherlock Holmes é tão tipicamente londrino quanto as badaladas do Big Ben e o chá das cinco. Para escolher os cenários, o diretor Guy Ritchie precisou percorrer as ruas com a nada elementar tarefa de garimpar lugares que reproduzissem a Inglaterra vitoriana. O filme concorre a dois Oscars e começa quando Sherlock enfrenta o inimigo Blackwood, cena rodada na Igreja de Saint Bartholomew (stbarts.org), em Smithfield. Parada obrigatória para qualquer turista, a Catedral de Saint Paul (www stpauls.co.uk) serviu de set para cenas com cavalos e de lutas. Para o roteiro ficar completo, siga para Baker Street e veja a estátua do detetive, na estação de metrô. Depois, entre no museu oficial (sherlock-holmes.co.uk), no número 221B da rua - onde o herói viveu de 1881 a 1904, segundo os escritos de sir Arthur Conan Doyle.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.