Inspeção veicular reprova 20% dos veículos em SP

Cerca de 20% dos 16.873 veículos submetidos à inspeção veicular em São Paulo até a última sexta-feira não receberam o selo de aprovação.

Agência Estado |

Eles foram rejeitados por problemas como mau funcionamento do motor ou reprovados por emissão de poluentes acima do normal. Os veículos a diesel lideram a lista de reprovação: 35,8% dos 8.605 analisados. Dos 7.325 carros, 2,75% não passaram pelos testes e, das 943 motos, 21,42%.

Responsável pela inspeção, a Controlar informou que o tempo médio de atendimento nos postos de inspeção tem sido de cerca de 15 minutos. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, as longas filas registradas no dia 2 de fevereiro, atribuídas à volta do rodízio e à troca de dois medidores de gás do Centro do Jaguaré, não se repetiram mais.

Hoje, há sete centros existentes em cinco endereços. O atendimento ocorre das 7 às 19 horas, de segunda a sábado. As motocicletas devem ser levadas aos postos do Jaguaré, Barra Funda e São Miguel. O do Parque São Jorge é restrito a veículos a diesel. A entrada no centro só é autorizada 30 minutos antes do horário marcado. A tolerância de atraso também é de meia hora.

Para agendar a inspeção, é necessário entrar no site da Controlar, imprimir o boleto da taxa de inscrição de R$ 52,73, pagá-la e aguardar o prazo de 72 horas para entrar no site novamente e marcar o dia para levar o veículo a um dos centro. O agendamento deve ser feito em até 120 dias antes da data limite de licenciamento e a inspeção, em até 90 dias da mesma data.

Multa

O desrespeito ao prazo estabelecido implicará multa de R$ 550, caso o motorista seja abordado em blitz, e o impedirá de licenciar o veículo. De acordo com a Controlar, mesmo quando a pessoa perder o prazo, ela poderá agendar a inspeção e pagará a tarifa de R$ 52,73.

Atualmente é possível agendar a inspeção de carros e motos cujas placas terminem com os números 1 ou 2. Os donos de 6.775 veículos a diesel - como ônibus e vans, de 24.983 automóveis e de 1.279 motos já confirmaram a ida aos centros da Controlar até 31 de março. Os proprietários de caminhões poderão marcar a inspeção a partir do dia 3 de junho.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG