Inquérito culpa diretor por morte de animais em GO

A Delegacia Estadual de Meio Ambiente de Goiás (Dema) concluiu ontem o inquérito sobre as investigações de sete dos 23 casos de morte registrados desde janeiro no Parque Zoológico de Goiânia. De acordo com informações da assessoria do zoológico, o diretor Raphael Cupertino, que está em seu quinto ano de administração do zoo, e outros cinco funcionários, entre eles três veterinários, foram responsabilizados pela morte dos animais.

Agência Estado |

Segundo o inquérito, houve negligência, pois foi confirmado que sete animais, dos 23 casos investigados, de um total de 70 mortes no zoo, morreram após a interferência humana, ou seja, após a aplicação de anestesia para a elaboração de exames entre os dias 15 e 17 de janeiro. Segundo a assessoria, daqui a uma semana deve sair o resultado dos exames dos outros animais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG