SÃO PAULO ¿ Segundo o último balanço da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), dos 1568 vôos programados em todo o País até as 23hs deste sábado, 33,9% das decolagens sofreram atraso e 5,8% foram canceladas.

  • Confira a situação do seu vôo
  • Uma queda de energia no Sistema Regional de Proteção ao Vôo provocou a suspensão de vôos em quatro aeroportos paulistas na manhã deste sábado, segundo informações da Aeronáutica.

    No Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, todos as decolagens ficaram suspensas das 11h45 às 13h20. As operações de pouso ficaram paradas por 10 minutos, entre as 11h45 e as 11h55.

    Já no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, na Grande São Paulo, tanto os pousos quanto as decolagens ficaram suspensos das 11h45 às 13h46. Os vôos foram alternados para o Aeroporto Tom Jobim, no Rio, segundo a Infraero.

    Os aeroportos Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, e Viracopos, em Campinas, interior do Estado, também foram atingidos pela pane que impossibilitava que os controladores vissem o posicionamento das aeronaves nos radares.

    Segundo a Infraero, o problema acabou gerando um efeito cascata de atrasos e cancelamentos em outros aeroportos do País. Às 15 horas, equipes já trabalhavam para restabelecer totalmente o sistema.

    * com informações da Agência Estado

  • Leia mais sobre: aeroportos

    • Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.