RIO DE JANEIRO ¿ A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) informou que foi oficialmente notificada na manhã desta quinta-feira sobre a suspensão dos voos no aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, no período entre 22h e 6h.

Inepac

Santos Dumont pode ficar fechado das 22h às 6h

De acordo com a empresa, o departamento jurídico está analisando a notificação e vai divulgar nesta tarde uma posição sobre o assunto. Na última segunda-feira, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) determinou a suspensão das atividades no aeroporto Santos Dumont das 22h às 6h.

Na ocasião, o Inea aplicou ainda uma multa de R$ 250 mil ao terminal e a imediata interrupção das atividades operacionais de pouso da rota 2, que só deverá ser usada em situações de emergência. Segundo instituto, a decisão foi tomada em virtude do intenso barulho causado pelas aeronaves, prejudicando moradores de bairros residenciais que estão no trajeto.

O Inea informou que a decisão será mantida até que um estudo ambiental comprove a sustentabilidade das operações naquele percurso. O plano operacional deve considerar o impacto dos níveis de ruído produzidos pelo tráfego de aeronaves, por um período de 15 dias, sobretudo nos bairros de Cosme Velho, Botafogo, Urca, Santa Tereza, Laranjeiras, Flamengo e Morro da Viúva.

Voos

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o aeroporto Santos Dumont opera atualmente 22 voos entre 22h e 6h. A Anac informou que, caso haja a suspensão das atividades do terminal, as empresas áreas que operam nesse período terão que realocar os passageiros em outras decolagens.

Em casos extremos, segundo a Anac, as companhias aéreas deverão solicitar a permissão para operar mais voos. Nesse caso, a agência irá avaliar as condições de segurança dos pedidos e decidir se os aprova ou não.

Em nota, a Infraero informou que todos os esforços para a obtenção da licença ambiental do Santos Dumont estão sendo feitos. A empresa afirmou que, em abril deste ano, foi realizada uma reunião entre o Ministério Público, o Inea e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

No encontro, foi estabelecido um compromisso para que se fosse ajustado o licenciamento do aeroporto. Segundo a Infraero, toda a documentação exigida pelo Inea foi entregue dentro do prazo estabelecido.

Leia também:

Leia mais sobre: aeronaves

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.