Infraero afirma que índice de atraso nos vôos atingiu 15,4%; número permanece baixo

SÃO PAULO - Em nota, a Infraero informou que na manhã desta segunda-feira (4), o número de atrasos nos principais aeroportos do País permanceu baixo. De 9h às 10h, o índice de atrasos chegou a 15,4% em Brasília, 2,9% em Congonhas (SP) e 3,6% no Galeão(RJ). Guarulhos(SP) registrou 5,0% de atrasos no período. Dos 596 vôos programados de 0h às 10h, 14,4% sofreram atrasos.

Redação |

Durante o dia, de 0h às 10h, no Aeroporto de Brasília, dos 39 vôos programados, 26% atrasaram. Em Congonhas (SP), dos 68 vôos programados, 5% registraram atrasos. Em Guarulhos (SP), dos 60 vôos programados, 20% atrasaram. No Galeão (RJ), dos 55 vôos programados, 7% sofreram atraso.

O aeroporto de Navegantes, em Santa Catarina, e Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, segundo informou a assessoria de imprensa da Infraero, foram os únicos a serem fechados. Das 6h às 7h40, ambos ficaram inoperantes para pousos e decolagens.

O índice de atrasos é mais baixo do que o registrado no fim de semana. No domingo (3), às 21h, 33% das operações haviam ocorrido fora do horário. O número elevado de atrasos no sábado e no domingo, foi provocado por conta de uma pane no sistema de visualização por radar do controle de aproximação do terminal São Paulo (APP-SP), que engloba os aeroportos de Congonhas, Guarulhos, Campo de Marte e Viracopos, em Campinas.

Para a Infraero, a mudança de tempo no Sul e Sudeste e uma falha operacional da TAM teriam comprometido a operação dos aeroportos.

Questionada sobre a falha, a assessoria de imprensa da TAM nega a afirmação e alega que a pane foi geral, e ocorreu no sistema de radar de todas as companhias. Segundo a empresa, os atrasos do domingo ocorreram em função de problemas meteorológicos.

Leia mais sobre: aeroportos

    Leia tudo sobre: aeroportosatrasostam

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG