Indústria cinematográfica dos EUA arrecada US$ 1 bilhão em janeiro

LOS ANGELES ¿ A indústria do cinema dos Estados Unidos registrou em janeiro ¿ e apesar da crise ¿ a maior arrecadação de sua história, após superar, nos primeiros 31 dias do ano, os US$ 1 bilhão em venda de ingresso, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Os filmes se transformaram, segundo os especialistas, em um refúgio para onde fugir da crise econômica, como demonstra que as comédias "Segurança de Shopping" e "Noivas em Guerra" lideraram as bilheterias do mês, com US$ 83 milhões e US$ 53 milhões em duas e três semanas, respectivamente.

O aumento de US$ 0,11 no preço das entradas contribuiu significativamente para o sucesso de arrecadação, que foi 19% maior que a registrado em janeiro de 2008, mas os números foram impulsionados também por um crescimento do público. Em janeiro, foram compradas 141 milhões de entradas de cinema nos Estados Unidos, 16% a mais que no mesmo período do ano anterior.

O terceiro filme mais visto no mês foi "Um Hotel Bom pra Cachorro", que ultrapassou os US$ 48 milhões após sua estreia, em 16 de janeiro, seguida de "Dia dos Namorados Macabro" e seu terror em 3D, com US$ 44 milhões.

O horror psicológico de "Alma Perdida" fechou a lista dos cinco filmes que mais arrecadaram em janeiro, com US$ 41 milhões em venda de entradas.

"Take", da Fox, foi o filme mais visto do último fim de semana e arrecadou mais de US$ 24 milhões, um número significativo, se for considerado que, nos EUA, ocorreu a Super Bowl, a final do futebol americano.

    Leia tudo sobre: hollywood

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG