Índios de aldeias do Paraná fazem uma série de manifestações hoje em Curitiba e no interior do Paraná. Na capital, um grupo ocupou a sede da Fundação Nacional do Índio (Funai), protestando contra as condicionantes do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação às demarcações de terras indígenas.

Eles dizem que elas valem para Raposa Serra do Sol, em Roraima, mas não para outras áreas. "Queremos mostrar ao Estado brasileiro que nós existimos", disse o líder Kretã.

Em apoio a essa manifestação, um grupo fechou a BR-277, que liga Curitiba a Foz do Iguaçu, no município de Nova Laranjeiras. Também em Curitiba, outro grupo reclama não ter recebido recursos da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) desde janeiro. Eles ocuparam a sede da ONG Associação de Defesa do Meio Ambiente Reimer, que tem contrato para fazer o repasse do dinheiro, e mantêm quatro diretores em cárcere privado. A Funasa diz que a ONG não prestou contas, mas a ONG diz que já o fez. Contudo, problemas administrativos na Funasa impedem a remessa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.