Índios da etnia terena juntaram forças com índios paraguaios e bolivianos e invadiram nesta segunda-feira a fazenda do ex-governador de Mato Grosso do Sul Pedro Pedrossian, em Miranda, no Pantanal.

"Foi muito mais que um ato de vandalismo", afirmou o ex-governador, acrescentando que os invasores armaram barracas em 35 hectares da propriedade rural, dizendo ser "terras indígenas".

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, Ademar Silva Júnior, disse a entidade vem alertando há tempos sobre os confrontos em potencial.

"Só que chegará num ponto em que não teremos mais o controle, porque a classe produtora rural está disposta a reagir com veemência".

Neste fim de semana, mais de 500 agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) vindos de diversos municípios armaram 150 barracas de lona plásticas próximo ao centro de Campo Grande, mas não apresentaram ainda pauta de reivindicações.

Leia mais sobre: índios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.