Índios guaranis de quatro países se reúnem no PR

Cerca de 800 índios guaranis do Brasil, da Bolívia, do Paraguai e da Argentina se reúnem hoje em Diamante D’Oeste, no Paraná, para discutir formas de fortalecer o intercâmbio cultural entre suas comunidades. O encontro é promovido pela Secretaria de Identidade e Diversidade Cultural, do Ministério da Cultura, com o apoio da Itaipu Binacional.

Agência Estado |

A ideia surgiu em reuniões do Mercosul e ganhou corpo com o crescimento dos guaranis na cena política da região. Na Bolívia, onde está a maior comunidade, com 80 mil índios, eles ganharam espaço com o apoio do presidente Evo Morales. No Paraguai, o presidente Fernando Lugo, que, quando bispo era ligado à Teologia da Libertação, já disse em diferentes ocasiões que o continente tem uma enorme dívida com os povos originais. No Brasil existem aproximadamente 60 mil guaranis, espalhados por sete Estados.

"É um reencontro histórico, que pode ajudar a sociedades a se conscientizar de que a cultura indígena faz parte da nossa diversidade cultural", diz o secretário de Identidade e Diversidade Cultura, Américo Córdula. Os ministros da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, e do Paraguai, Ticio Escobar, participarão do encerramento do encontro, na sexta-feira. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG