Índios deixam a sede da Funasa em São Paulo

SÃO PAULO - Os índios que invadiram na terça-feira a sede da coordenadoria regional da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em São Paulo abandonaram o prédio na noite desta quarta-feira e montaram um acampamento improvisado em frente ao local, na região central da capital paulista.

Agência Estado |

A decisão de desocupar o edifício foi tomada quando os índios souberam, por telefone, que a Justiça Federal em São Paulo havia deferido um pedido de reintegração de posse feito pela Funasa.

Os líderes do movimento afirmaram então que não queriam confronto e saíram antes mesmo da chegada do oficial de Justiça que trouxe a ordem de desocupação.

Os indígenas decidiram, porém, continuar mobilizados pela demissão do coordenador regional da Funasa, Raze Rezek. Eles afirmam que, desde a posse de Rezek, em agosto de 2007, o atendimento às populações indígenas só piorou.

O presidente da Funasa, Danilo Forte, disse, em Brasília, que não discutiria a saída do coordenador regional enquanto os manifestantes continuassem ocupando o prédio da fundação.

Leia mais sobre: índios

    Leia tudo sobre: índios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG