Índios comemoram Dia do Cerrado com corrida pela Esplanada dos Ministérios

BRASÍLIA - No Dia Nacional do Cerrado, comemorado nesta sexta-feira (11), índios de diversas etnias vão participar de uma corrida tradicional, com toras de madeira nas costas, na Esplanada dos Ministérios. O ritual deve seguir até o Congresso Nacional, onde os indígenas vão entregar a Carta do Cerrado às autoridades solicitando maior atenção do governo ao bioma.

Agência Brasil |

De acordo com o coordenador da Rede Cerrado, Braulino dos Santos, a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 115/95, que torna patrimônios nacionais o Cerrado e a Caatinga, será uma das reivindicações apresentadas no documento. Queremos uma legislação que proteja o Cerrado assim como os outros biomas. Esperamos a compreensão dos nossos políticos. Eles sabem que se não aprovarem estarão acabando com toda a vida existente no Cerrado., disse o coordenador.

O primeiro monitoramento do desmatamento do Cerrado brasileiro, realizado pelo Ministério do Meio Ambiente, mostra que a devastação do bioma é duas vezes maior que a da Amazônia. Para Santos, as condições naturais do Cerrado favorecem o desrespeito com a sua proteção. Os outros biomas são de florestas altas, já o Cerrado é de mata baixa. Por não ter grandes florestas, [o Cerrado] é considerado fronteira agrícola, o que faz com que as pessoas o destruam com mais intensidade e sem peso na consciência.

Já em recursos hídricos, o coordenador ressalta que o Cerrado leva vantagem sobre os outros biomas. Setenta por cento da água doce brasileira nascem no Cerrado. [O Cerrado] É uma "caixa d'água" que distribui o recurso para os outros biomas. Mesmo com uma seca de oito meses, os frutos florescem em alta escala. Além de ser uma fonte de renda, é uma garantia de alimentação para os povos que vivem no bioma.

O plano para o combate ao desmatamento do Cerrado foi lançado nesta quinta (10) pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Segundo ele, o projeto dará início a uma nova fase para a preservação do bioma. Começa a partir de agora uma batalha. O Cerrado vai ter a mesma importância que a Amazônia para o Brasil e para o mundo, disse.

Leia mais sobre: índios

    Leia tudo sobre: cerradoíndioíndios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG