Índios acompanham em RR julgamento da Serra do Sol

Na região de Surumu (ou Comunidade do Barro), vilarejo situado na entrada da Raposa Serra do Sol, em Roraima, e próximo às áreas controladas por arrozeiros, os índios favoráveis à demarcação em área contínua da reserva reuniram cerca de 500 pessoas para acompanhar a votação no Supremo Tribunal Federal (STF). A expectativa tanto entre os índios quanto entre os não-índios é grande.

Agência Estado |

A Polícia Federal (PF) e a Força Nacional de Segurança (FNS) aumentaram seus efetivos no local e em toda a região existe um contingente de aproximadamente 300 homens para garantir a segurança.

Os índios favoráveis à demarcação em área continua realizam manifestações culturais, danças e cantos desde o início da manhã. Eles pretendem permanecer concentrados enquanto durar a votação no STF. Os grupos contrários à demarcação em área continua e os não-índíos estão reunidos em frente à sede distrital da Prefeitura de Pacaraima, cujo o prefeito é o arrozeiro João Paulo Quartiero. No local, foi instalada uma televisão para que eles possam acompanhar o debate e as manifestações no STF.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG