Indiciadas 16 pessoas por fraude em vistos para os EUA

A medida foi tomada pelo Ministério Público Federal em Goiás

AE |

selo

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiás ofereceu hoje denúncia contra 16 pessoas envolvidas em fraudes de documentos para obter vistos de entrada nos Estados Unidos. 

Segundo o procurador da República Divino Donizette da Silva, "Por meio de interceptações telefônicas, confirmou-se que Abadio (acusado) preparava a documentação exigida pelo consulado americano, providenciando falsificação de declarações de imposto de renda, certificados de conclusão de cursos e outros capazes de ludibriar as autoridades consulares na concessão de vistos". 

Abadio Pereira foi preso no mês passado na Operação Al Capone da Polícia Federal, por falsidade ideológica. Outras 15 pessoas são denunciadas pelo uso de documento falso. 

No começo da semana, o dono da empresa Viaje Bem, Fernando Oliveira, pegou três anos e três meses de reclusão por inserir dados falsos em documentos públicos e privados para obter a concessão de vistos de entrada nos EUA.

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG