Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Índice de reeleição no País atinge 66,8%, indica pesquisa

Dos 3.357 prefeitos que concorreram à reeleição em todo o Brasil, 2.

Agência Estado |

245 foram reeleitos no primeiro turno. O índice, de 66,8%, é o maior desde as eleições de 2000, as primeiras em que os prefeitos puderam disputar um novo mandato. Segundo estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em 2000, foram reeleitos 58% dos prefeitos e, em 2004, 58,3%. A pesquisa revela que, em janeiro de 2009, 59% dos prefeitos vão estar no primeiro mandato e 41% serão candidatos reeleitos, a menor diferença registrada até hoje - o índice de renovação sempre foi maior que o de reeleição.

Os Estados do Ceará (75%), Paraíba (74,3%) e Acre (73,3%) foram os que mais reelegeram prefeitos. Dos 108 candidatos que concorreram às prefeituras cearenses, 81 conseguiram um novo mandato. Mato Grosso foi o que menos reelegeu (49,4%) - apenas 40 dos 81 concorrentes -, seguido do Amazonas (51,6%). São Paulo (72,4%) ficou em sexto lugar, à frente do Paraná (71,4%). O Rio de Janeiro aparece em décimo lugar com 68,2%.

Por região, o Sudeste liderou, com média de 68,4%. No Nordeste, a média foi de 67,9 e, na Região Sul, de 66,1%. Os índices mais baixos, de 60,7% e 58,7%, ocorreram, respectivamente, no Norte e Centro-Oeste.

Também houve candidaturas únicas em 130 cidades e, na maioria, os prefeitos buscavam um novo mandato. O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, acredita que o fator decisivo para a manutenção dos mandatários no poder foi a boa gestão. A pesquisa da CNM constatou que a avaliação positiva da administração pelo eleitor teve influência no voto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: eleições

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG