O índice de atrasos da aviação regular no Brasil atingiu 13% em novembro, número inferior aos 13,8% registrados em outubro. Segundo a Agência Nacional de Avião Civil (Anac), os atrasos também foram menores em relação a novembro de 2008 (16,6%).

Para apurar os índices, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuárias (Infraero) considera apenas os atrasos acima de 30 minutos, entre todas as empresas aéreas nos 67 aeroportos administrados pela estatal.

Entre as cinco maiores empresas aéreas brasileiras, a única que não teve redução em seus índices de atrasos foi a TAM, que enfrentou problemas em seus sistemas de reservas e de check-in. O índice foi de 15,3% em novembro, contra 14,7% em outubro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.