A Índia pretende diminuir significativamente suas emissões de dióxido de carbono no decorrer da próxima década, anunciou hoje o ministro indiano do Ambiente, Jairam Ramesh. A promessa de reduzir entre 20% e 25% as emissões de poluentes por unidade de Produto Interno Bruto (PIB) vem à tona apenas alguns dias antes de líderes mundiais começarem a se reunir em Copenhague, na Dinamarca, para discutir um pacto climático global capaz de substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

Em discurso perante o Parlamento, Ramesh disse que a redução é um compromisso interno e não tem força de lei.

O anúncio da meta indiana ocorre dias depois de a China ter se comprometido a diminuir entre 40% e 45%, até 2020, suas emissões de gás carbônico por unidade de PIB. A divulgação da meta chinesa aumentou a pressão sobre Nova Délhi para que apresentasse um plano próprio para as negociações climáticas previstas para começar na próxima semana na capital dinamarquesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.