Independência fecha mais 4 unidades e demite 1.100

SÃO PAULO (Reuters) - O frigorífico Independência anunciou nesta quarta-feira o fechamento de três unidades em Mato Grosso e uma em Mato Grosso do Sul, como parte do programa de ajustes de suas operações, afetadas pela crise financeira global. Foram fechadas as unidades de Colíder (MT), Pontes e Lacerda (MT) e Juína (MT), além das atividades de abate, desossa e logística da unidade de Nova Andradina (MS).

Reuters |

"Estas medidas irão resultar em demissão de aproximadamente 1.100 colaboradores e na realocação de alguns funcionários em outras unidades", afirmou a empresa em um comunicado.

A companhia , que já foi uma das maiores do setor de carne bovina do Brasil, está em processo de recuperação judicial, a exemplo de outras companhias do setor prejudicadas pelo aperto de crédito em meio a queda nas exportações de carne bovina.

Até 1o abril, a empresa havia fechado operações em oito unidades, tendo retomado as atividades em uma delas, em Minas Gerais, no dia 7 de abril.

Com as demissões anunciadas nesta quarta-feira, já são mais de 7 mil demissões na empresa que operava 23 unidades antes da crise.

"Os fechamentos e as reduções nestas unidades são parte de um programa em andamento de ajuste das operações do Independência à realidade do mercado atual", afirmou a empresa em um comunicado.

O cronograma de reabertura de unidades constará do Plano de Recuperação do Independência, a ser apresentado ao Processo de Recuperação Judicial da empresa nas próximas semanas, informou a nota.

O frigorífico afirmou ainda que "se mantém fortemente compromissado em continuar suas atividades e manter suas relações comerciais com seus clientes e fornecedores, à medida que procura adequar suas operações ao ambiente econômico atual".

(Por Roberto Samora)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG