Foi divulgado hoje, no Rio de Janeiro, um novo balanço do Ministério da Saúde sobre a incidência de tuberculose. A taxa de detecção da doença no País passou de 51,44 para cada grupo de 100 mil habitantes, em 1999, para 37,12, no ano passado.

Os números representam uma redução de 27,58% em 10 anos: foram 82.934 novos casos no fim da década passada contra 70.379 em 2008. Com menos pessoas infectadas, caiu também o número de vítimas fatais da doença, que passou de 3,62 para 2,38 por 100 mil habitantes entre 1999 e 2007.

No Brasil, 70% dos casos estão concentrados em 315 dos 5.565 municípios. O Estado do Amazonas lidera o ranking com mais incidências da tuberculose. São 68,93 casos por 100 mil habitantes. Em seguida estão Rio de Janeiro (66,56), Pernambuco (47,69), Pará (43,05) e Ceará (42,60). A região Centro-Oeste é a que apresenta menos casos no País: em Goiás são 13,88 por 100 mil e no Distrito Federal, 13,82 para o mesmo grupo.

A tuberculose é uma doença causada pelo bacilo de Koch ( Mycobacterium tuberculosis ), que afeta diversos órgãos do corpo, principalmente os pulmões. A doença é transmitida pelo ar quando o infectado tosse, fala ou espirra. Os principais sintomas são tosse prolongada, cansaço, emagrecimento, febre e sudorese noturna. As informações são da Assessoria de Imprensa do Ministério da Saúde.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.