Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Inauguração do Trecho Sul do Rodoanel é marcada por protesto

Cerca de 60 integrantes do PT foram barrados nesta terça-feira na altura do quilômetro 25 da Rodovia Anchieta, no sentido litoral de São Paulo, onde o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), inaugura o Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas. A obra será uma das bandeiras da campanha à presidência de Serra.

Marcelo Diego, iG São Paulo |

AE
Homens da Força Tática fazem segurança

Homens da Força Tática barram integrantes do PT

O grupo foi retido no acostamento da via por cerca de 20 homens da Força Tática. Eles chegaram por volta das 10h15 em um ônibus fretado, que ficou parado no acostamento da Anchieta por meia hora. "A ideia é que não haja entrevero", afirmou o coronel Navarro, que comanda a segurança do evento. "Eles não vão entrar", disse Navarro, antes da desistência dos petistas.

De acordo com ele, por ordem da Casa Militar só entra no evento quem tiver convite. O coronel afirmou que o papel impresso apresentado pelo presidente do PT de São Bernardo, Wanderley Salatiel, não tem validade.

Apitaço

Manifestantes da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) também protestaram. Eles fizeram um apitaço, ergueram seis cartazes pedindo negociação salarial com o governador.
Miguel Leme, um dos diretores da Apeoesp, disse que só desejavam ser recebidos por Serra.

Durante o discurso do tucano, os manifestantes gritavam que a política do PSDB era "jogar bomba nos professores". Uma plateia formada por trabalhadores que construíram o Rodoanel retrucaram com gritos de "Brasil urgente, Serra presidente". O governador pediu que os gritos parassem. "Não é porque um lado faz campanha aqui que a gente tem que fazer também".

Em um discurso recheado de citações à corrida presidencial, Serra citou várias vezes o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que a obra, não aconteceria sem a ajuda do governo federal.

A expectativa é de que com a liberação do Trecho Sul do Rodoanel, que custou R$ 5 bilhões, o tráfego de caminhões na Marginal Pinheiros seja reduzido em 43%. O Trecho Sul tem 61,4 km de extensão e passa por sete cidades: Embu, Itapecerica, Mauá, Santo André, Ribeirão Pires, São Bernardo e São Paulo.

Além da Força Tática, há no acesso ao evento ao menos 30 carros da Polícia Militar (PM) e um efetivo estimado em 150 policiais.

Sindicatos de servidores estaduais prometem ainda diversas manifestações e paralisações na quarta-feira, quando o governador fará, no Palácio dos Bandeirantes, um balanço de sua gestão. Na sexta-feira, Serra deixa o cargo para ser o candidato tucano à Presidência. 

AE
Homens da Força Tática fazem a segurança em obra do Rodoanel

Homens da Força Tática fazem a segurança em obra do Rodoanel

Obra inaugurada

O Trecho Sul do Rodoanel foi inaugurado nesta terça-feira. Segundo a assessoria do governo de São Paulo, a liberação para o tráfego só ocorrerá na quinta-feira, a partir das 6h. Veja o mapa do Rodoanel.

As pistas entrarão em operação sem a cobrança de pedágio. Licitação para escolher a empresa que vai cobrar a tarifa ainda está sendo preparada. O vencedor terá de construir o Trecho Leste, cujo estudo ambiental foi aprovado pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) na semana passada.

Haverá praça de pedágio na interligação com o Trecho Oeste, na saída da Rodovia Régis Bittencourt, nas quatro saídas para a Anchieta e a Imigrantes e no fim da alça sul.

(*com informações da Agência Estado)

Leia também:

  • Vistoria de Serra termina ao som de "Está chegando a hora"
  • Serra lamenta não poder entregar todas as obras
  •  

    Leia mais sobre José Serra

  • Leia tudo sobre: rodoanel

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG