Inauguração da estrada Cunha-Paraty é adiada para 2010

A inauguração da rodovia Cunha-Paraty, um dos trechos da Estrada Real, está prevista julho de 2010, segundo informações do subsecretário de Obras do Estado do Rio de Janeiro, Vicente Loureiro. A estrada, que chegou a ser interditada no início do ano por conta dos estragos causados pelas chuvas, está intransitável e as obras que deveriam melhorar a situação da pista, foram interrompidas depois de três meses do seu início.

Agência Estado |

O custo das obras, inicialmente calculado em R$ 45 milhões, também deverá ser acrescido de mais R$ 10 milhões. Na primeira fase foram feitas apenas as obras emergenciais. O pior trecho da estrada tem 9 quilômetros e fica dentro do Parque Nacional da Bocaina.

Hoje, autoridades do municípios de Cunha (SP), Paraty (RJ) e representantes do governo carioca se reuniram na serra para avaliar a situação. Segundo Loureiro, o atraso nas obras se deve à necessidade de novos projetos que foram concluídos nessa semana e deverão ser entregues ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) até 15 de outubro. Depois disso terão que esperar pelo menos 30 dias para que a licença ambiental seja concedida e as obras sejam reiniciadas.

"O desafio é muito maior do que se imaginava e uma série de circunstâncias foram incorporando mudanças no projeto", afirmou o subsecretário. Ele citou o caso de quatro viadutos que não estavam previstos inicialmente e que terão que ser construídos.

"A grande questão é fazer as obras sem muitos impactos, criando condições mais amenas e menos agressivas na intervenção", ressaltou Loureiro. A estrada-parque exige cuidados especiais e regras ambientais rigorosas como horário de funcionamento, redutores de velocidade e túnel para a passagem de animais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG