Imprensa mente para manchar imagem do Congresso, diz relator do Conselho de Ética

BRASÍLIA - O deputado Sérgio Moares (PTB-RS) foi à tribuna do plenário da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira para criticar a imprensa mais uma vez. Segundo ele, a imprensa é ¿mentirosa¿ e ¿usa seu espaço de forma tendenciosa¿ para manchar a imagem do Congresso.

Carol Pires |

Sérgio Moares é relator do processo contra o deputado Edmar Moreira

Agência Brasil
Edmar Moreira responde por quebra de decoro
(MG), que ficou conhecido por ser dono de um castelo em Minas Gerais, avaliado em R$ 25 milhões. Moreira responde a processo por quebra de decoro parlamentar por usar notas da sua própria empresa para justificar a cota de R$ 15 mil de verba indenizatória. A Corregedoria da Câmara acredita que o serviço não tenha sido prestado.

Pouco antes do início da reunião do Conselho de Ética, na tarde desta quarta-feira, Sérgio Moares disse que não havia motivos para condenar Moreira, e que estava se lixando para a opinião pública.

Parte da opinião pública não acredita no que vocês escrevem. Tanto é que nós nos reelegemos, disse Sérgio Moraes, que é réu em quatro ações penais no Supremo Tribunal Federal por crime de responsabilidade.

Ele também havia criticado a imprensa, dizendo que os jornais publicam afirmações falsas todos os dias. Nunca concorreram a absolutamente nada e se intitulam donos da moral e da ética, disse.

De acordo com Sérgio Moraes, a imprensa não tem moral para lhe dar lição de moral, pois usam o trabalho infantil nas telenovelas. A minha conduta é reta, e não vou curvar-me. Eu sempre digo: em nome de meus filhos, prefiro apanhar de pé a ser acariciado ajoelhado, concluiu.

Leia também:

Leia mais sobre: Edmar Moreira

    Leia tudo sobre: edmar moreira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG