Imprensa européia recebe bem filme sobre índios brasileiros

ROMA ¿ Birdwatchers - A Terra dos Homens Vermelhos, produção ítalo-brasileira dirigida por Marco Bechis e que narra as disputas de terra entre índios e fazendeiros do Centro-Oeste do Brasil, teve uma recepção positiva pela imprensa estrangeira após a sua projeção na 65ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza.

Redação com Ansa |

Diretor Marco Bechis e parte do elenco
indígena na estréia de "Birdwatchers" / AFP

"Marco Bechis é muito bom. Seu filme é comovente. A força do filme está em uma história tão fascinante e verdadeira que não precisa enobrecer nem ser enobrecida pela causa civil com a qual se solidariza", disse o jornal italiano La Repubblica de hoje.

Já para o Corriere della Sera, o filme "não evita mostrar a degradação à qual os índios são levados, mas conta também sua vitalidade e o profundo espiritualismo, transformando-se em um grito de dor desesperado e intenso, sem proclamações ideológicas simplistas mas que deixa no espectador o sentimento de ter assistido a uma representação sagrada comovente".

O jornal La Stampa de Turim publicou em sua edição de hoje que "Marco Bechis estruturou esta questão em um trabalho de ficção bem feito, completo, em torno de uma tentativa de revolta e de ocupação das terras. Os atores índios não são sempre convincentes, mas isso é o de menos".

"Birdwatchers" teve também uma boa avaliação do jornal britânico The Times que publicou: "Assim como 'Ten Canoes' [um filme de Rolf de Heer e Peter Djigirr sobre os aborígines australianos], a força da história e os personagens ricamente detalhados fazem com que 'Birdwatchers' dificilmente venha a ser liquidado como uma curiosidade etnográfica. Ambos contam as pressões inerentes à vida na comunidade tribal sem se tornarem didáticos. Mas enquanto 'Ten Canoes' tem uma qualidade atemporal e mítica, a ambientação contemporânea de 'Birwatchers' lhe confere uma maior brevidade. O filme é eficaz em capturar a inquietante atração e a fragorosa antipatia entre duas culturas muito diferentes forçadas a viverem lado a lado".

Já segundo o jornal francês Liberation, "falta a Bechis um pouco da radicalidade do [diretor argentino] Lisandro Alonso, mas 'Birdwatchers', ao trazer um sopro de frescor ao cinema italiano, vem para balançar a competição".

Até a atriz Natalie Portman, que prestigiou a première do filme no festival, deu declarações falando da "boa fase" do cinema italiano contemporâneo. "Ontem vi 'Birdwatchers' e achei um filme fantástico, muito interessante", afirmou.

Leia mais sobre: Festival de Veneza

    Leia tudo sobre: festival de veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG