Havana, 8 fev (EFE).- O diário Granma, porta-voz do governante Partido Comunista de Cuba, assegurou hoje que o filme americano Avatar impressiona por seus efeitos especiais, mas seu argumento é simplista.

"Impressionante em seus efeitos especiais e na técnica de captar os gestos dos atores e depois 'trabalhá-los' em computadores, 'Avatar' é, no entanto, bastante simplista", disse o jornal em um comentário de sua página cultural.

"Na metade do filme temos a impressão de que estamos assistindo a uma história sobre um cowboy com valores humanos confusos, que vai viver em uma tribo de 'apaches' com sua paixão pela filha do chefe, o antagonismo com o irmão guerreiro da moça e a posterior tomada de consciência em favor dos mais fracos", disse o jornal.

Os cubanos puderam assistir a "Avatar" na televisão estatal, que transmitiu o filme no sábado passado, sem os efeitos especiais de terceira dimensão que o transformaram na bilheteira da história do cinema.

"No que diz respeito ao entrecruzado da ficção científica e a recriação do universo na Pandora invadida, o filme bebe de diversas fontes (especialmente a literatura russa) e não faltam as frequentes acusações de plágio", assinalou o "Granma".

"É previsível e de pouca imaginação no que concerne ao desenvolvimento dos eventos, o que o deixa similar a muitos outros filmes concebidos em Hollywood, embora não possam ser vistos em terceira dimensão", concluiu o jornal. EFE am/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.