Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Imperador Akihito lembra imigração japonesa ao Brasil

O imperador Akihito, do Japão, lembrou hoje, em Tóquio, as dificuldades enfrentadas pelos milhares de japoneses que embarcaram para o Brasil no início do século passado. O imperador agradeceu ao governo e aos brasileiros pela generosidade com que acolheram os imigrantes.

Agência Estado |

A homenagem ocorreu diante de dezenas de descendentes dessas pessoas que cruzaram o mundo fugindo da pobreza, durante cerimônia de comemoração dos 100 anos da imigração japonesa para o Brasil.

Muitos dos presentes fizeram o caminho inverso e enfrentam hoje no Japão problemas que vão da dificuldade de integração à sociedade local a crises de identidade. "Como os imigrantes japoneses foram recebidos bem no Brasil é importante que os nikkeis sejam bem recebidos na sociedade japonesa", afirmou Akihito, em referência aos descendentes dos que deixaram o país.

Akihito compareceu à cerimônia acompanhado da imperatriz Michiko e do príncipe herdeiro, Naruhito. Também estava presente a cúpula do governo japonês, representada pelo primeiro-ministro Yasuo Fukuda e os chefes dos poderes Judiciário e Legislativo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi representado pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Na platéia estavam o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, e o chefe da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, um dos inúmeros exemplos do grau de integração dos imigrantes japoneses e seus descendentes à sociedade brasileira. "De certa maneira, meus pais também participam desta festa, porque eles fazem parte da saga desse punhado de japoneses que foi para o Brasil", disse Saito, depois da cerimônia.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG