IML vai averiguar se corpo carbonizado é mesmo de Eliza

O corpo foi encontrado por um morador no dia 26 de junho, no bairro São Miguel Paulista e não tinha uma das mãos

AE |

A Polícia Civil de Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo, deve enviar ainda nesta quarta-feira parte do corpo carbonizado encontrado no mês passado na cidade. O material será encaminhado para o Instituo Médico Legal (IML) de Guaratinguetá, no mesmo Estado. A análise do corpo será feita a pedido da polícia de Minas Gerais, que investiga a morte de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes Souza. Segundo a polícia, não há registro de desaparecimento de pessoa em nenhuma das quatro cidades da região de Cachoeira Paulista.

O corpo foi encontrado por um morador no dia 26 de junho, no bairro São Miguel Paulista. Ele estava em uma encosta de madeira e pneus, que também foram queimados. Segundo a polícia, pedaços de tecidos e botões, que pareciam de roupas femininas, foram retirados. A polícia ainda afirmou que a arcada dentária do corpo estava destruída, restando apenas três dentes, e que também foi registrada a falta de uma das mãos. Serão enviados para análise o fêmur e um dente do corpo.

    Leia tudo sobre: eliza samudiobrunocrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG