A baixa definição das imagens das câmeras de segurança prejudicou o trabalho da Polícia Civil nas investigações dos arrastões de um prédio de alto padrão nos Jardins, zona sul, e de um condomínio de luxo na zona norte de São Paulo. Os assaltos aconteceram na noite de sábado e início da madrugada de domingo.

Nos dois casos, as gravações não ajudaram a identificar os ladrões.
O edifício nos Jardins foi invadido por 10 homens às 22h40 de sábado. Pelo menos nove apartamentos foram assaltados. O delegado José Roberto Pedroso, disse que as imagens passam rapidamente e, por isso, não foi possível, até agora, identificar os autores do roubo. Além de policiais, equipes da Delegacia de Patrimônio do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) também apuram o caso. O delegado titular Edison Santi deve ouvir hoje o porteiro do edifício. As informações são do Jornal da Tarde .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.