A Arquidiocese do Rio quer indenização da Columbia Pictures pelo uso indevido da imagem do Cristo Redentor no filme 2012, do cineasta alemão Roland Emmerich. No longa metragem, a imagem é destruída junto com outras construções famosas, numa catástrofe que seria o fim do mundo.

O Departamento Jurídico da Arquidiocese notificou a Columbia Pictures e aguarda uma negociação amigável, para que não haja necessidade de ação judicial.

De acordo com a Arquidiocese, as conversas com a produtora do filme, que acontecem desde dezembro, já estão adiantadas. É possível que até o fim do mês de março já haja uma decisão. Além da indenização, a Arquidiocese espera também uma retratação pública. O uso da imagem do Cristo Redentor não é cobrado, mas a igreja pode vetar que ela apareça em filmes ou programas, como já fez algumas vezes no carnaval carioca.eportagem não conseguiu contatar os responsáveis pela Columbia Pictures em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde o caso está sendo tratado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.