Igreja de 1810 será reaberta no sábado em São Paulo

A igreja colonial, construída em 1810 em taipa de pilão e adobe (tijolos de terra batida), localizada a uma quadra da Praça da Sé, centro de São Paulo, começava a passar despercebida, atrás dos tapumes e andaimes que a encobriam, numa obra que já durava quase três anos. A partir de sábado, com a finalização de minucioso restauro - realizado por cerca de 60 pessoas e que custou R$ 6,5 milhões -, a Igreja Nossa Senhora da Boa Morte, na Rua do Carmo, será finalmente reinaugurada, com promessa de ficar aberta 24 horas e oferecer ajuda à população carente.

Agência Estado |

Tombada pelos órgãos de proteção ao patrimônio municipal e estadual, a igreja, de arquitetura colonial, está fechada desde 2005, quando foi interditada por problemas na estrutura e no teto, sob ameaça de ruir. “Toda a madeira da estrutura interna das paredes de taipa de pilão estava tomada por cupins. Tivemos de trocar absolutamente tudo”, conta o engenheiro Ronaldo Dias, responsável pela execução do restauro. Somente das paredes, foram retiradas 10 toneladas de madeira apodrecida.

Durante o restauro, surpresas foram encontradas - como uma pintura barroca, representando o Coroamento da Virgem Maria, encontrada sob camadas de tinta cinza, em tábuas do forro de madeira sobre o altar. O antigo forro, anteriormente desmontado no chão da igreja, foi restaurado e recolocado no local. Também foram restauradas 13 imagens sacras. Na nova fase, a igreja - que, ao longo do século 19 foi parada obrigatória de escravos condenados à forca, para pedir uma morte boa - será assumida por padres da Aliança da Misericórdia, que atuam com população carente.

Além de assistência social, eles prometem a realização de eventos culturais ao menos uma vez por mês. A reabertura da igreja será no sábado, às 17 horas. A primeira missa, celebrada pelo cardeal arcebispo de São Paulo, d. Odilo Scherer, será no domingo, às 8 horas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG