SÃO PAULO, 6 de maio (Reuters) - A inflação pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou em abril em relação a março, mas menos que o esperado. A alta deveu-se a maiores custos no atacado e na construção.

O indicador subiu 0,72 por cento no mês passado, após alta de 0,63 por cento em março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

" /

SÃO PAULO, 6 de maio (Reuters) - A inflação pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou em abril em relação a março, mas menos que o esperado. A alta deveu-se a maiores custos no atacado e na construção.

O indicador subiu 0,72 por cento no mês passado, após alta de 0,63 por cento em março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

" /

IGP-DI sobe 0,72% e fica no piso da previsão do mercado

SÃO PAULO, 6 de maio (Reuters) - A inflação pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou em abril em relação a março, mas menos que o esperado. A alta deveu-se a maiores custos no atacado e na construção.

O indicador subiu 0,72 por cento no mês passado, após alta de 0,63 por cento em março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

Reuters |

SÃO PAULO, 6 de maio (Reuters) - A inflação pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou em abril em relação a março, mas menos que o esperado. A alta deveu-se a maiores custos no atacado e na construção.

O indicador subiu 0,72 por cento no mês passado, após alta de 0,63 por cento em março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

Analistas ouvidos pela Reuters previam leitura de 0,87 por cento em abril, de acordo com a mediana de 15 respostas que variaram de 0,72 a 1,1 por cento.

O Índice de Preços por Atacado (IPA) subiu 0,68 por cento em abril, após alta de 0,52 por cento em março.

O IPA agrícola desacelerou a alta para 1,51 por cento no mês passado, contra 2,33 por cento no anterior. O IPA industrial avançou 0,42 por cento em abril, seguindo a queda de 0,05 por cento em março.

As maiores quedas individuais de preços no atacado foram de laranja, mandioca, açúcar cristal, farelo de soja e aves.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) teve alta de 0,76 por cento em abril, contra elevação de 0,86 por cento em março.

A desaceleração deveu-se sobretudo a um arrefecimento do grupo Alimentação, que avançou 1,77 por cento, contra alta anterior de 2,6 por cento.

As principais baixas individuais de preços no varejo foram de álcool combustível, laranja pera, melancia, laranja lima e manga.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) apresentou avanço de 0,84 por cento no mês passado, contra 0,75 por cento no anterior.

A aceleração veio de maiores custos de ajudante especializado, servente, pedreiro, tubos e conexões de ferro e aço e carpinteiro.

No ano, o IGP-DI acumula alta de 3,5 por cento e nos últimos 12 meses, de 2,95 por cento.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG