Idosos vão orientar usuários do Metrô de SP

A partir de hoje, 33 idosos ajudarão na orientação e no atendimento aos passageiros das estações Sé, Ana Rosa, Tatuapé, Santana e Saúde do Metrô. O projeto batizado de Experiente Cidadão é uma parceria com a Secretaria de Assistência Social e os idosos informarão os usuários sobre as linhas da rede, embarque preferencial, itinerários de ônibus, ruas do entorno da estação, uso de escada rolantes e elevadores.

Agência Estado |

Eles estarão em pontos fixos e poderão ser identificados pelo uniforme. “Todos ficarão em guichês. Não seria conveniente deixar os idosos em pé durante o expediente”, diz o gerente de Recursos Humanos do Metrô, Fábio Nascimento, de 52 anos. Foram entrevistados 250 idosos para o preenchimento das 33 vagas. Os selecionados têm mais de 60 anos e ensino fundamental incompleto.

Outra característica comum é o fato de participarem do programa Renda Cidadão, do governo do Estado. “Nós selecionamos aqueles com maior facilidade de comunicação e que retêm melhor as informações”, explica Nascimento. Cada um receberá bolsa-auxílio de R$ 137, 60, mais R$ 60 de Bolsa Cidadão, além de cesta básica, vale alimentação e vale transporte. Depois de seis meses, a bolsa-auxílio subirá para R$ 206,40. A idéia do Metrô é ampliar o serviço para todas as suas estações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG